gostaria muito de adotar um cachorrinho pincher

angel 640

Detalhes:

  • Empresa: minha casa
  • Tipo de anúncio: PROCURO
  • Rua: rua jose augusto ribeiro lt 10 qd 13
  • CEP: 24715350
  • Bairro: jardim catarina novo
  • Cidade: sao gonçalo
  • Estado: Rio de Janeiro
  • Pais: Brasil
  • Celular: 980736232
  • Anunciado em: 06/01/2015 16:51
  • Expira: 23 dias, 12 horas

Detalhes do Anúncio:

gostaria muito de adotar um pincher filhote e cuidar muito dele e fazer que ele tenha um lar e que fique muito feliz com seus novos donos que sou eu nilcimar e angelica eu queria muito adotar um pincher para dar de presente para minha esposa ele
gosta dessa raça pincher que ai ela poderia passear com ela em uma bolsa para cachorro desse tamanho que tiver para doar essa raça me avise agradeço a todos e fiquem com deus

Listing ID: 12454ac2c19bed5a

  

Report problem

Processing your request, Please wait....

Deixe seu Comentário

Ultimos posts do blog

  • Raça Schnauzer

    por em 17/11/2016 - 0 Comentários

    Schnauzer é de origem alemão, um cão particularmente apto para guarda, defesa pessoal e companhia. Seu nome deriva da palavra em alemão Schnauze, que significa “focinho”. Seu focinho realmente é uma característica peculiar, especialmente por ter este longo bigode elegante, charmoso, e muito conhecido.

  • Raça Pastor Alemão

    por em 09/11/2016 - 1 Comentário

        O pastor alemão (Schäferhund em Alemão) vem de Alemanha, e é uma raça relativamente nova. Sua origem é de 1899. É descendente de cães pastores que foram originalmente desenvolvidos para coletar e monitorar ovelhas. Graças à sua força, inteligência, treinabilidade e obediência, pastores alemães em todo o mundo são muitas vezes a raça […]

  • O Valor de um Sonho

    por em 23/06/2016 - 1 Comentário

      Ele era pequeno e parecia assustado. Viajou muitas horas de avião, de São Paulo até chegar ao aeroporto de Natal. Provavelmente a turbina do avião o tenha deixado aflito. Longe dos pais, longe dos irmãozinhos, longe do antigo dono. O que será que passava pela cabecinha dele? Sempre pensei nisso: – O que passa […]