Aceito doação de Cocker Americano

image

Detalhes:

  • Tipo de anúncio: PROCURO
  • Rua: Antônio André Rodrigues
  • CEP: 03372030
  • Bairro: Chácara Mafalda
  • Cidade: São Paulo
  • Estado: São Paulo
  • Pais: Brasil
  • Telefone: 11 2674-8159
  • Celular: 11 99484-8911
  • Anunciado em: 18/04/2017 01:42

Detalhes do Anúncio:

Aceito doação de filhote de Cocker Americano. pode ter de três meses a um aninho. Ou posso pagar até 500 reais caso já tenham gasto com vacinas. Tenho um filhote e gostaria que acostumassem juntos. Seria um presente da vida.

Listing ID: 2658f598f2633f8

  

Report problem

Processing your request, Please wait....

2 Comentários para “Aceito doação de Cocker Americano”

  1. Flávio Domingues 06/06/201718:46

    Ola eu tenho um coker preto e branco, já tem 1 ano e 4 meses, e preciso doá-lo, houve separação conjugal, e minha ex não o quis mais (pois foi um presente meu) e eu não consigo cuidar pois trabalho viajando…. alguém se interessa?

    Responder
  2. Dilene 23/04/201723:05

    Tenho filhotes de cocker.

    Responder

Deixe seu Comentário

Ultimos posts do blog

  • Raça Schnauzer

    por em 17/11/2016 - 0 Comentários

    Schnauzer é de origem alemão, um cão particularmente apto para guarda, defesa pessoal e companhia. Seu nome deriva da palavra em alemão Schnauze, que significa “focinho”. Seu focinho realmente é uma característica peculiar, especialmente por ter este longo bigode elegante, charmoso, e muito conhecido.

  • Raça Pastor Alemão

    por em 09/11/2016 - 1 Comentário

        O pastor alemão (Schäferhund em Alemão) vem de Alemanha, e é uma raça relativamente nova. Sua origem é de 1899. É descendente de cães pastores que foram originalmente desenvolvidos para coletar e monitorar ovelhas. Graças à sua força, inteligência, treinabilidade e obediência, pastores alemães em todo o mundo são muitas vezes a raça […]

  • O Valor de um Sonho

    por em 23/06/2016 - 1 Comentário

      Ele era pequeno e parecia assustado. Viajou muitas horas de avião, de São Paulo até chegar ao aeroporto de Natal. Provavelmente a turbina do avião o tenha deixado aflito. Longe dos pais, longe dos irmãozinhos, longe do antigo dono. O que será que passava pela cabecinha dele? Sempre pensei nisso: – O que passa […]