R$ 1.500,00

Filhotes de Akita e Inu

12792358_854176998045019_8692143605838291376_o
12765768_996816783732318_1777265011_o12787618_996815757065754_222404842_o12782149_996815727065757_1561544177_n12769399_996815903732406_1341307560_n

Detalhes:

  • Tipo de anúncio: OFEREÇO
  • Cidade: Juiz de Fora
  • Estado: Minas Gerais
  • Pais: Brasil
  • Celular: (32) 9882-24422
  • Anunciado em: 05/03/2016 10:55
  • Expira: 51 dias

Detalhes do Anúncio:

Vendo Filhotes de Akita (Pai vermelho “LYOTO”) e (Mãe Branca “MEG”)
Macho – R$ 1500,00
Fêmea – R$ 2000,00
nascimento (31/01/2016)
serão entregues com a 1ª vacina, cartão de vacina e vermifugados.
forma de pagamento: à vista ou até 5x no cartão*
Bandeiras: Visa, Master Card, Amex, Elo e Diners
* Cartão somente CRÉDITO

Listing ID: 10156d9bf8cd1356

  

Report problem

Processing your request, Please wait....

Deixe seu Comentário

Anuncios Populares – Hoje

Ultimos posts do blog

  • Raça Schnauzer

    por em 17/11/2016 - 0 Comentários

    Schnauzer é de origem alemão, um cão particularmente apto para guarda, defesa pessoal e companhia. Seu nome deriva da palavra em alemão Schnauze, que significa “focinho”. Seu focinho realmente é uma característica peculiar, especialmente por ter este longo bigode elegante, charmoso, e muito conhecido.

  • Raça Pastor Alemão

    por em 09/11/2016 - 1 Comentário

        O pastor alemão (Schäferhund em Alemão) vem de Alemanha, e é uma raça relativamente nova. Sua origem é de 1899. É descendente de cães pastores que foram originalmente desenvolvidos para coletar e monitorar ovelhas. Graças à sua força, inteligência, treinabilidade e obediência, pastores alemães em todo o mundo são muitas vezes a raça […]

  • O Valor de um Sonho

    por em 23/06/2016 - 1 Comentário

      Ele era pequeno e parecia assustado. Viajou muitas horas de avião, de São Paulo até chegar ao aeroporto de Natal. Provavelmente a turbina do avião o tenha deixado aflito. Longe dos pais, longe dos irmãozinhos, longe do antigo dono. O que será que passava pela cabecinha dele? Sempre pensei nisso: – O que passa […]